Representantes do Município e de bancos se reúnem em busca de solução para filas

Representantes da Prefeitura Municipal de Pirassununga, dos bancos do Brasil e da Caixa Econômica Federal e do poder Legislativo local se reuniram nesta terça-feira (26) em busca de medidas que ajudem a solucionar a situação de filas de usuários ao longo das ruas próximos às agências. A reclamação é de que não há proteção ou abrigo para os usuários e nem fornecimento de senhas para atendimento preferencial, além do longo tempo de espera em filas dos caixas dentro da agência.

A reunião foi presidida pelo chefe da unidade municipal do Procon local, Valdemir Vergílio Bertin, e contou com as presenças do Procurador-Geral do Município, Dr. Tiago Varisi, do Secretário da Segurança Pública, Paulo Tannús, do Coordenador Regional do Núcleo Campinas da Fundação Procon, Dr. Alahyr Cruz Junior, além da representante da Caixa, Fernanda Muller de Souza, e dos gerentes do Banco do Brasil em Pirassununga, Murilo Castro e Fábio Tineli.

O procurador-geral relatou a posição do Município reforçando pedidos de que a Caixa faça divulgações com passo a passo para a utilização dos serviços disponibilizados em seus aplicativos visando diminuir o público.

A vereadora Sandra Vadalá também participou da reunião e sugeriu distribuição de senhas para ambos bancos na parte externa das filas nas agências além de pedir por contratação de novos funcionários.

A representante da Caixa explicou que por conta do auxílio emergencial o fluxo de pessoas para serem atendidas aumentou rapidamente. Segundo ela, os vigilantes contratados devem verificar o distanciamento social e o banco disponibiliza álcool em gel para os usuários. Ainda assim a gerente deve avaliar a utilização da tenda no estacionamento. O secretário de Segurança chegou a oferecer tendas para serem colocadas no estacionamento, mas a Caixa não teria demonstrado interesse.

Os representantes do Banco do Brasil contaram já utilizarem tendas nas agências e pretendem instalar um bebedouro de água.

Para o procurador-geral do Município, o balanço foi positivo e os bancos demonstraram boa vontade em buscar uma solução.

Na reunião houve ainda unanimidade em notificar as outras agências bancárias da cidade para cumprimento à lei de tempo de espera em filas de caixa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.