Semana de capacitações: educadores acompanham palestra com especialista financeira

No segundo dia de capacitações da Educação Municipal, terça pela manhã (23), mais uma vez o prefeito Ademir Lindo participou da abertura solene do Programa de Educação Continuada (PEC) para uma plateia de mais de 400 docentes, coordenadores e gestores, além do próprio secretário municipal Orlando Bastos Bomfim (Educação), no Auditório Alfa do Palácio da Educação.

Como na abertura oficial ocorrida nesta segunda (22), o prefeito reiterou a importância de uma reestruturação do setor educacional, mas “com muita responsabilidade política e equidade financeira”. Segundo ele, a Educação Pública Municipal – após um período de muitas dificuldades vividas especialmente no ano passado – vai continuar a receber todos os investimentos, incentivos e atenções necessárias, sempre com um equilíbrio da provisão orçamentária disponível.

Antecipando a palestra da profª-drª Arethuza Helena Zero, o prefeito voltou a reforçar a importância de sanear gastos excessivos e confirmou que, após um logo período de acerto de caixa, vai iniciar investimentos para a construção de mais duas unidades de creches-escolas, uma delas, para a zona norte da cidade; a outra, para atender a comunidade que se formou no Jardim Kanebo, localizada na região leste da cidade, próxima às Vilas Brasil e São Pedro.

Após um breve intervalo, os participantes puderam acompanhar o tema “Educação Financeira – Tempos de Aprendizagem”, com a palestrante Arethuza Zero, atualmente pertencente aos quadros da Academia da Força Aérea (AFA), no setor do Ensino Superior em Sociologia no Curso de Formação de Oficiais de Aviação, Intendência e Infantaria. A professora também é doutora em Desenvolvimento Econômico e mestre em História Econômica pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP); e graduada em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP).

Por atuar principalmente na área de educação financeira para jovens foi a convidada ilustre para esta palestra. O objetivo principal foi repassar aos presentes uma didática mais simplificada de como abordar o tema economia e finanças para o pleno entendimento das crianças e pré-adolescentes. Como retrata um de seus livros, “a intenção é que os pequenos se tornem adultos que saibam lidar com o dinheiro, planejar os gastos dentro do orçamento disponível, ficar longe de dívidas e ter reservas financeiras”.

Para ela, o estímulo não é para que as crianças queiram enriquecer, mas para que saibam lidar com o dinheiro no cotidiano. Isso fará com que tenham menos problemas financeiros, logo terão menos estresse e assim terão mais qualidade de vida. “Sei que não há um consenso entre os especialistas sobre a idade ideal para que as crianças comecem a ter noções de educação financeira. O importante é que o conteúdo seja adequado à idade dos estudantes e trate de situações práticas da rotina das crianças e dos adolescentes”, comentou.

Programação – Ainda nesta tarde, ocorreria um debate dos gestores para orientação técnica para o processo de atribuição de classes aulas curriculares nas unidades escolares. Nesta quarta-feira (24), nas respectivas unidades escolares, atribuição dos professores e a recepção das crianças e, à tarde, debate sobre do “Demandanet”, para gestores e professores. Na quinta-feira (25), no Auditório Alfa, palestra “Currículo”, com explanação da profª-drª Flávia da Silva Ferreira Asbahr; e no período da tarde, debate de projetos e oficinas.

Finalmente, para fechar esta semana, na sexta-feira (26), no Auditório Alfa do Palácio acontece o Programa “Qualidade de Vida e Sustentabilidade”, capacitação para manipuladores de alimentos, em três palestras matinais: ginástica laboral; “Segurança de Alimentos – Ações Preventivas”; e “Alimentação Saudável e Qualidade de Vida”. À tarde e para encerrar a semana, mais duas palestras: “Criatividade no Uso dos Gêneros Alimentícios”, e “O Papel da Supervisão no Serviço de Alimentação para Coletividades”.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: