Obras para contenção de inundações já avançam pela Siqueira Campos

A extensa etapa de obras para acabar com inundações na região central da cidade foi iniciada na Rua Siqueira Campos nesta terça-feira (9). O trecho da rua onde as obras começaram precisou ser interditado, e deve permanecer assim até o fim desta etapa, que pode perdurar por um mês. O fechamento da rua visa dar segurança tanto aos trabalhadores da obra quanto aos motoristas, evitando acidentes.

O cronograma previu que as obras seriam iniciadas defronte o Colégio Objetivo do Centro (no cruzamento da Rua Siqueira Campos com a Major Pereira), seguindo pela Siqueira Campos, virando na Pereira Bueno e chegando até a Avenida Prudente de Moraes, passando depois pela Rua Amador Bueno. Dali as obras continuam em direção à Ladeira Padre Felipe, de onde chegam para a Rua Capitão Evaristo.

A primeira etapa iniciada agora compreende intervenções entre a Siqueira Campos e a Avenida Prudente de Moraes. Neste trecho serão adequadas 2 bocas de lobo próximas ao Colégio Objetivo (da Siqueira Campos) e serão instaladas outras 8 novas bocas de lobo na Pereira Bueno.

Caso o tempo permaneça firme, sem chuvas, as intervenções da primeira etapa devem perdurar entre 3 e 4 semanas.

Neste tempo o trecho terá o asfalto e o calçamento retirados para instalação de tubulação, sob a rua, de 1 mil milímetros. Também serão instaladas as bocas de lobo necessárias à captação da água das chuvas (que será levada por essas bocas de lobo, evitando alagamentos na região central). Depois de instalados os tubos, o calçamento será recolocado e a massa asfáltica reaplicada sobre a via.

O prefeito de Pirassununga, Ademir Lindo, anunciou as obras na semana passada. Conforme ele reiterou, pode haver transtornos devido à grande complexidade nesta etapa. Mesmo assim o prefeito reforçou que as intervenções são necessárias para evitar que Pirassununga enfrente problemas mais graves com a drenagem de águas pluviais. Por isso ele pediu paciência aos pirassununguenses.

O Superintendente do Saep (Serviço de Água e Esgoto de Pirassununga), João Alex Baldovinotti, reforçou que poderá haver rompimentos em redes de esgoto que estejam no trajeto. Porém, se isso ocorrer, elas serão rapidamente consertadas.

Projeto deve evitar inundações

Para que o Centro da cidade não sofra com as chuvas serão necessários cerca de 1.800 metros de tubulação e intervenções em diversas ruas, pois a tubulação precisa ser enterrada sob as vias.

Serão feitas mais de 100 bocas de lobo ao longo do trajeto. Ao longo de toda a obra serão implantados tubos de 800 milímetros e de um metro de diâmetro. Esses tubos irão canalizar toda a água que desce da parte de cima da cidade após as chuvas, evitando assim as inundações no Centro. Veja matéria completa sobre as obras clicando neste link.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: