Pirassununga busca credenciamento como Município de Interesse Turístico

Lideranças de Pirassununga estão trabalhando na tentativa de transformar a cidade em Município de Interesse Turístico. A medida seria positiva porque, além de colocar Pirassununga no mapa turístico oficial do Estado de São Paulo, ainda garantiria à cidade ao menos R$ 650 mil por ano.

Na última sexta-feira (5) o secretário Municipal de Cultura e Turismo, Roberto Bragagnollo, o presidente do Comtur (Conselho Municipal de Turismo), Fernando Rocchetti dos Santos, e as conselheiras do Comtur, Stella Silvia Dias Oliveira e Joyce Antunes Modenese, estiveram na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) com o objetivo de encaminhar ao deputado Campos Machado (PTB) o Plano Diretor de Turismo e outros documentos que devem contribuir para a classificação de Pirassununga como MIT – Município de Interesse Turístico.

Na ausência do parlamentar, que estava em campanha pelo interior paulista, a documentação foi entregue no gabinete de liderança do PTB ao coordenador político Osvaldo Marques Cêra.

Passadas as eleições, com o retorno das atividades do Legislativo Estadual, Campos Machado apresentará projeto de lei na Alesp, solicitando que Pirassununga seja classificada como MIT – Município de Interesse Turístico, de acordo com a Lei Estadual 1261/2015.

O parlamentar do PTB encaminhará a documentação à Secretaria Estadual de Turismo, onde os técnicos da pasta avaliarão a validade da proposta. Após o aval, o documento deve retornar para a Assembleia Legislativa em forma de projeto de lei para apreciação dos deputados estaduais.

Caso seja aprovada a proposta, Pirassununga será um dos Municípios de Interesse Turístico e estará habilitada a receber uma verba anual de aproximadamente R$ 650 mil para investimento no turismo.

O Projeto de Lei Complementar n° 05/2018, que institui o Plano Diretor Municipal de Turismo de Pirassununga, de autoria do Executivo Municipal, foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal, em segunda discussão, na Sessão Ordinária realizada na última terça-feira (2). A lei foi sancionada e promulgada pelo prefeito Ademir Lindo.

O Plano Diretor de Turismo

O Plano Diretor de Turismo é um estudo analítico do cenário turístico de Pirassununga, tem como objetivo desenvolver e manter a identidade local, determinando os objetivos, estratégias e ordenando as ações que nortearão o desenvolvimento sustentável do turismo no município.

Para entendermos o potencial turístico do município, dos 12 segmentos instituídos pelo Ministério do Turismo, Pirassununga contempla 10 vertentes: Turismo de Negócios e Eventos, Turismo Histórico e Cultural, Turismo Religioso, Turismo Rural, Turismo de Aventura, Turismo de Pesca, Turismo Náutico, Turismo Ecológico, Turismo de Sol e Praia e Turismo de Estudos e Intercâmbio.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: