TMCB recebe “Ranchinho Alegre” com bom público

Para abrir 2018 com o melhor da música sertaneja de raiz e reviver os áureos tempos do rádio, especialmente, os anos 60 e 70, a Secretaria Municipal de Pirassununga trouxe para o Teatro Municipal ?Cacilda Becker? toda a estrutura e o imaginário das transmissões radiofônicas do programa dominical ?Ranchinho Alegre?, assim idealizadas pelo saudoso apresentador Zé Branco.

No lugar de Zé Branco, a apresentação dinâmica do ferreirense Juliano Módena e para uma boa conversa, no momento ?Banco de Prosa?, o próprio secretário municipal Roberto Donizeti Bragagnollo (Cultura e Turismo).

A proposta é de resgatar a cultura caipira em toda sua essência, com destaque para valores e talentos da cidade e região; e desta vez, desde esta atração inaugural de 2018, com a companhia da Cervejaria Campanária. Assim, na manhã deste último domingo de fevereiro (25), o palco do Teatro Municipal ?Cacilda Becker?, teve a apresentação do Coral Louvor Sertanejo (Pirassununga), Ana e Dayana (Porto Ferreira), Maurício Amorim (Pirassununga), Paulo e Lucas (Porto Ferreira), Manuel Borges, Laurinda e Rogério (Pirassununga) e Danilo e Spoljaric (Pirassununga).

O convidado deste mês do ?Banco de Prosa? foi o violeiro e luthier, Laércio Viotto. ?Paraná?, como é conhecido, que falou sobre a arte musical da luthieria construção, manutenção e afinação de instrumentos musicais -, um tanto esquecida nos dias de hoje, e fez a apresentação de alguns de suas trabalhos mais recentes.

Entre as apresentações, o público que prestigiou o ?Ranchinho Alegre? concorreu ao sorteio de presentes especiais oferecidos pelo Supermercado Andreetta, Cervejaria Campanária, Agropecuária Agro-Chiaratto, Casa das Empadas, Floricultura Regina, Cachaça 21, Raul Motos, Papelaria Ideal, Casa São Paulo, Supermercado Araúna, Padaria Ki-Doçura e Comércio de Frutas e Verduras Pirassununga.

A próxima edição do ?Ranchinho Alegre? será especial: no Domingo de Ramos (25 de março), também pela manhã, no TMCB, sob o comando do apresentador Juliano Módena e do anfitrião e a ‘prosa’ com Roberto Braganollo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.