Testes contratados pela Prefeitura começaram a ser feitos pela USP na segunda-feira

Os testes contratados pela Prefeitura Municipal de Pirassununga junto à USP de Pirassununga já estão disponíveis e serão realizados de acordo com a demanda constatada no Município. Há cerca de um mês a Prefeitura Municipal de Pirassununga e pesquisadores da FZEA da USP (Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo) de Pirassununga decidiram utilizar alguns laboratórios da instituição para realizarem os testes para detecção do coronavírus no Município. A prestação de serviço da própria instituição para a comunidade não tem fins lucrativos, mas a Prefeitura deverá arcar com um custo necessário para cobrir os insumos e ainda o valor considerado pela depreciação de equipamentos.

A decisão pela aquisição dos testes ocorreu porque a administração municipal constatou elevada demora na resposta de testes enviados a São Paulo. Com os testes da USP, o prazo da confirmação de casos de coronavírus na cidade deve despencar para apenas 2 dias.

Nesta terça-feira (14) o prefeito Dr. Dimas Urban anunciou que serão feitos cerca de 35 testes por dia contratados pela Prefeitura. Mas como a USP de Pirassununga tem capacidade de realizar cerca de 150 testes por dia, estima-se que outras cidades da região realizem a aquisição dos testes. Isso não comprometerá a capacidade de testes e obtenção dos resultados no prazo estimado.

O prefeito explicou que estes testes serão idênticos aos feitos pelo Instituto Adolfo Lutz de São Paulo. O prefeito explicou que o laboratório da USP, que realizará os testes em Pirassununga, já foi aprovado pelo próprio Instituto Adolfo Lutz, e por isso os testes realizados aqui não precisarão de uma contraprova.

O exame será realizado da seguinte maneira: o paciente será testado com um bastão, com algodão na ponta (parecido com um cotonete) colocado na parte interna do nariz. Esse bastão será então colocado em um recipiente lacrado que será encaminhado à USP. No laboratório da USP de Pirassununga, em cerca de 48h se obtém o resultado.

Como esse teste não é um ?teste rápido?, ele detecta a doença nos 7 primeiros dias, enquanto os testes rápidos são mais eficientes por volta dos 10 dias de gripe. Segundo o prefeito, devem ser realizados 350 testes em Pirassununga numa primeira amostragem para se verificar a real situação da doença em Pirassununga.

O prefeito sugeriu que só procure realizar o exame quem tiver pelo menos dois sintomas. A pessoa com sintomas pode procurar a Unidade Sentinela para acolher casos de coronavírus na cidade, localizada no PAM (Pronto Atendimento Médico) da Vila Pinheiro, na Rua Reverendo Belmiro de Andrade, 287, entre as 7h e 19h de segunda a sexta-feira. Assim, se ao realiza consulta o médico verificar que há suspeita, será encaminhada para o teste na própria unidade (no mesmo dia ou no dia seguinte).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.