Esclarecimento sobre caso de varíola do macaco em Pirassununga

A Vigilância Epidemiológica de Pirassununga emitiu nota oficial a respeito do caso de varíola do macaco (monkeypox) registrado no município:

“Vimos por meio deste comunicar que no dia 06/09/22 recebemos a notificação de caso suspeito de Varíola do Macaco de munícipe de Pirassununga que veio a ser confirmado após resultado de exame laboratorial. Tratou-se de um caso importado (adquirido fora do município, no Estado de Pernambuco) onde o paciente passou a ser monitorado durante todo o período em que permaneceu em isolamento domiciliar, ou seja, por 21 dias. Manteve-se clinicamente estável durante o período de monitoramento, evoluindo para cura”.

Nota da Secretaria de Saúde:
“A Secretaria Municipal da Saúde de Pirassununga informa que no mês de setembro de 2022, foi confirmado o primeiro caso de contaminação pelo vírus monkeypox em paciente do sexo masculino.

Imediatamente, a Secretaria Municipal da Saúde de Pirassununga adotou todas as providências através da Vigilância Epidemiológica e do Serviço de Infectologia, realizando contato com o paciente, iniciada a investigação epidemiológica e notificação do caso. O paciente ficou 21 dias em isolamento, conforme preconiza o Ministério da Saúde.

O mesmo optou por realizar o tratamento em rede privada de saúde, mesmo assim, o acompanhamento permaneceu sendo feito pela equipe da Vigilância Epidemiológica e do Serviço de Infectologia e hoje o paciente encontra-se recuperado.

A Vigilância Epidemiológica salienta que a doença monkeypox, também popularmente conhecida como varíola dos macacos, é transmitida quando alguém tem contato próximo com uma pessoa infectada. O vírus pode entrar no corpo por lesões da pele, pelo sistema respiratório ou pelos olhos, nariz e boca. Os sintomas incluem erupções cutâneas, febre, dor de cabeça, dor nas costas ou musculares, inflamações nos nódulos linfáticos, calafrio e exaustão”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.