Grande público prestigia “Ranchinho Alegre”, no TMCB

Mais de 300 pessoas assistiram no domingo último (30), no Teatro MunicipalCacilda Becker, a estreia do novo programa Ranchinho Alegre. Desde às 9h30 da manhã, o público se concentrava no hall de entrada do Teatro Municipal, para prestigiar a volta do programa de auditório mais famoso e de maior sucesso da região nas décadas de 60 e 70. Boa parte dos presentes havia participado do programa, que no passado era apresentado por Branco no antigo Teatro Jossandra.

Ao abrir as cortinas, a Orquestra Canarinhos da Viola, tocando e cantando clássicos do cancioneiro caipira, surpreendeu e emocionou o público presente. A paisagem rural que harmoniza e enriquece o ambiente tem a assinatura do artista Edenilson Aguiar. E a arte do painel, destacando a obraO Violeiro, do artista Almeida Júnior, foi criada pelo designer Victor Maurício Dalmonte Barbuto.

Um dos momentos emocionantes do programa ocorreu durante a homenagem que a pasta de Cultura e Turismo prestou ao cantor e compositor Sebastião Rosa pela sua reconhecida contribuição à Cultura Caipira, marcada, entre outros acontecimentos, pelas memoráveis participações do Duo Guarani no Ranchinho, nos anos 60 e 70, ao lado de sua esposa e companheira, Neide Carneiro, de saudosa memória. O certificado fora entregue a ela por Marli Branco de Miranda, filha de Branco.

O programa de estreia também recebeu convidados ilustres: o prefeito Ademir Alves Lindo, o radialista e jornalista José Carlos Elmor e as filhas de Branco, Marli e Célia Branco de Miranda, acompanhadas do netinho do radialista e apresentador.

Ao final, na última música, interpretada por Luiz Moreno, Serginho e Santarém, todos os violeiros e cantadores que participaram do programa subiram ao palco, encerrando, sob os aplausos calorosos do público, a primeira edição da mais nova roda de violeiros da região.

Branco A iniciativa da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de trazer de volta o Ranchinho Alegre coincide com o centenário de nascimento do radialista, poeta, violeiro, catireiro e compositor Branco, criador do programa. Se estivesse vivo, teria completado 100 anos no dia 3 de janeiro deste ano.

Com o apoio cultural da Cervejaria Campanária, passaram pelo palco do teatro municipal, além da Orquestra Canarinhos da Viola, as duplas Tião do Laço e Boiadeiro e Odair Ferraz (Pirassununga), Brunelinho e Everton (Porto Ferreira), Silvio e Cláudio Viola (Pirassununga), Sebastião Rosa (Pirassununga), Miro e Mário (Porto Ferreira), Danilo e Spoljaric (Pirassununga) e Luiz Moreno e Serginho (Pirassununga), com participação especial de Santarém.

Agenda O próximo programa Ranchinho Alegre será apresentado no dia 28 de maio, às 10h, no Teatro Municipal Cacilda Becker. Entre as atrações, o público irá assistir e aplaudir a dupla Zé Caboclo e Sertanejo. Eles cantam juntos há mais de 46 anos e durante oito anos consecutivos, foi a dupla que mais recebeu cartinhas do auditório com pedidos musicais. Outros destaques: Grupo Poesia Sertaneja do Conservatório Cacilda Becker e o Grupo Parafolclórico de Pirassununga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *