Esportes defende projeto social e oferece modalidades nos bairros

Desde outubro do ano passado, a comunidade reconhece no projeto social “Força Jovem Contra a Violência”, um mecanismo para oferecer atividades especiais e lazer para crianças e jovens diretamente nos bairros em que residem. Este movimento se iniciou após o passamento do jovem Guilherme Henrique Dias Coelho, em setembro de 2017, espancado até a morte por causa de R$ 5,00, na avenida Newton Prado.

Lideranças eclesiásticas, como os padres Mauro Fernando Ferreira-msc e Luís Casimiro Júnior, com participação de representantes sociais e de entidades se reuniram, e traçaram um objetivo de “unir forças para coibir a violência e debater políticas públicas preventivas”, para envolver toda a comunidade para este fim.

Nas reuniões sequentes, diretores de escolas e faculdades, Delegacia de Ensino, associações de bairros, clubes, forças de Segurança Pública e o Conselho Tutelar estão atuantes nesta luta para reivindicar ações mais eficazes.

Na semana passada, o secretário municipal José Lourenço Marinho (Esportes) recepcionou um grupo representante deste projeto social, liderados pelo padre Mauro Ferreira-msc, para reforçar as atividades nos bairros. Marinho disse aos presentes que a Secretaria Municipal de Esportes mantêm uma série de atividades diárias e semanais em vários bairros da cidade: futsal, atletismo e ginástica localizada, são algumas das modalidades oferecidas que estão presentes nos bairros desde o início deste ano de 2018; outras modalidades como handebol, tênis-de-mesa, tênis e natação, estão disponíveis no CEFE/“Presidente Médici”, semanalmente e de forma gratuita.

A Secretaria Municipal de Esportes tem como um dos objetivos massificar a prática esportiva diretamente nos bairros, com escolinhas gratuitas, de acordo com a demanda de cada local. Também oferecemos novas modalidades no CEFE/Médici para agradar todos os grupos de praticantes, com aulas diárias”, reiterou o secretário municipal.

Um dos líderes deste movimento, padre Mauro Fernando Ferreira-msc, pároco da Igreja Santa Rita de Cássia, no Jardim São Fernando, agradeceu os esforços da municipalidade e da própria Secretaria Municipal de Esportes. “São atividades como estas, oficiais, com estrutura, professores e materiais específicos que as comunidades precisam para que possamos dar atividades às crianças e jovens e, assim, afastá-los da maldade das drogas e do ócio”, parabenizou diretamente o secretário.

Projeto – O “Força Jovem Contra a Violência” tem alguns objetivos específicos tais como resgate da convivência familiar, reforçar a responsabilidade dos pais, respeito e superação de preconceitos, além de unir forças, debates e soluções para evitar a violência.

O projeto social, para sua atuação, dividiu a cidade em regiões: Vila Santa Fé e Cachoeira de Emas; Zona Norte (Jardins das Laranjeiras e São Lucas, Parque Clayton Malaman e Residence Rio Verde); Vila São Pedro; e Jardins Millenium e Paulista, além da Vila Brasil; Centro; e Vila Redenção e adjacências (Jardins Brasília e Morumbi, e Vila Belmiro).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: