Xiló e Cordel encerram apresentações para alunos da Rede Municipal com “Um Protesto Natural”

Na manhã da última quinta-feira (28 de novembro) foi encerrado o projeto especial “Xiló e Cordel”, uma dupla muito simpática que vem contar a maravilhosa história do protesto que os animais fazem ao homem que tem tratado o meio ambiente com pouca responsabilidade e muita destruição.

Com o projeto, alunos e educadores passam a ter um contato direto com a literatura de cordel através dos cantos, rimas e sextilhas, sua característica principal.

“O primeiro contato teve um sabor especial, uma vez que estávamos em uma Unidade Escolar Rural. Dessa maneira, foi um contexto entre as realidades de convivência e preservação do meio em que se vive”, explica a Secretaria de Educação, que explicou como transcorreu o projeto: após a apresentação, todos receberam uma aula sobre a criação da “isologravuras”, uma adaptação de xilogravuras feiras em placas de isopor para ilustrações da história apreciada.

As apresentações que foram oferecidas nas seguintes unidades: Emeija “Abbibe Appes”; Emeief (R) “Prof.ª Anna Mahnic Daniel”; Emeiefs “Catharina Sinotti” e “Prof.ª Lenira Papa”, Emeief (R) “Prof.ª Maria Ap. Reck Cabral Guimarães”, Emeief “Rotary Club” e Emef “Jornalista Washington Luiz de Andrade”.

O projeto tem apoio do Proac (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo), que busca disseminar e descentralizar a oferta da cultura para todos de maneira gratuita e com profissionais de experiência. Além disso, em Pirassununga o projeto contou com o apoio da Secretaria Municipal de Educação.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: