Semana Nenete: grande público acompanha shows musicais e folclóricos

O primeiro dia de festejos da 23ª Semana Nenete teve a circulação de milhares de visitantes de Pirassununga e região e até de outros Estados, que puderam apreciar a gastronomia caipira – em mais de 15 tendas – e uma série de eventos culturais e shows musicais simultâneos, que fazem desta festa uma das principais do gênero em todo o Brasil.

Neste segundo dia (14), o recinto recepcionou a Procissão dos Santos Andores que se concentrou nas imediações da Igreja Matriz de Santa Antonio – há quatro quadras de distância – e seguiu pelos cerca de 700 metros de extensão junto ao Centro Cultural de Eventos “Dona Belila”.

Ao término desta procissão com a comunidade da Igreja Santo Antonio, foram iniciados alguns eventos de forma simultânea: no palco “Zé Branco”, apersentação com uma das atrações musicais da noite, a dupla “Divino & Donizete”, que são irmãos, vindos do Estado de Minas Gerais, e especialistas na música sertaneja raiz. A dupla, formada em 1974, cantou alguns dos antigos sucessos, como “Eu Sou Piracicabano”, “Promessa do Monsenhor”; e ainda sucessos mais recentes, como “Carro de Boi”, “O Cervejeiro” e Leite de Onça”.

Ao mesmo tempo, o público também se divertiu, pelo recinto, com o Palhaço Jeca e teve a apresentação de “roda de capoeira”, na plataforma externa do Armazém Cultural “Dito Micuim”; já no palco “Zé da Sanfona”, apresentação de violeiros e cantadores de várias cidades participantes, entre eles, Fernando Henrique Gabriely (Porto Ferreira), Maria Rita Brando, Marcílio Tenan e Vinícius (Pirassununga), Humberto Viola e Luiz Fernando (Tambaú) e Marcos Paulo e Rafael (Pirassununga).

  • Festival – As atrações neste período atendem a todos os gostos e, alternando com os shows musicais, também foi realizado, pela seguindo dia consecutivo, o Festival de Danças Folclóricas. Concentrado no palco “Guaraciaba Vanin” – logo atrás do Armazém Cultural – as atrações da noite foram: Grupo Poesia Sertaneja/Conservatório Municipal Cacilda Becker, com o professor Antônio Carlos Fagundes; “Jéca na Nenete” – Grupo de Dança do Conservatório Municipal Cacilda Becker/professora Alcione Morgili; Grupo de Dança Parafolclórica de Pirassununga – Secretarias de Educação e Cultura e Turismo; Quadrilha Fogo na Tuia (Araras); Contação de Estórias – Faculdade Anhanguera.

Logo após estas manifestações da cultura folclórica tradicional, o palco “Zé Branco” – ao lado da rua Amador Bueno – teve a apresentação esperada da Orquestra “Canarinhos da Viola”, com apresentação de clássicos sertanejos e da música raiz, formada por uma série de profissionais liberais e que fazem suas apresentações em palcos locais e da região há cerca de um ano.

Simultaneamente, no fechamento da segunda noite, nesta sexta-feira (14), o palco “Zé da Sanfona” – em frente à área da ExpoShow, no sendito centro bairro da avenida Juca Costa – recebeu a dupla César & Paulinho, também irmãos, nascidos na cidade de Piracicaba (SP), filhos do sertanejo Cravinho, que se constituiram numa das principais duplas sertanejas do Brasil. Músicas como “Noite Maravilhosa”, Asa Delta” e “Duas Vezes Você” ou “Chute Pro Gorr” e o recente sucesso “Fusca 66”, foram cantadas pelos visitantes. Imagens desta noite…

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: