Programa “Atleta do Futuro” é oficializado em Pirassununga

Durante o final da manhã e início da tarde deste sábado (2), nas instalações do Comando da Academia da Força Aérea (AFA), com presença do Brigadeiro-do-Ar Mário Augusto Baccarin e o prefeito Ademir Lindo, outras autoridades e convidados recepcionaram o presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) e do Serviço Social da Indústria (SESI), Paulo Antonio Skaf, para a assinatura da parceria denominada Programa “Atleta do Futuro”.

Skaf, que participou de algumas solenidades na região, como Araraquara, Rincão, Santa Lúcia, Descalvado, Porto Ferreira, além de Matão e Ibitinga – estas duas últimas, para também firmar o PAF como em Pirassununga – que deverá ser implantado imediatamente. A municipalidade deve participar e escolher alunos da rede de ensino que serão instruídos por meio de aprendizagem em modalidades esportivas.

A parceria poderá escolher algumas das 25 modalidades esportivas oferecidas, como os tradicionais atletismo, futebol, futsal, basquete, judô e vôlei, como esportes menos tradicionais, como badminton ou hóquei sobre a grama.

O prefeito Ademir Lindo agradeceu ao presidente da Fiesp-Sesi, Paulo Skaf pela disposição em estabelecer o Programa “Atleta do Futuro”. O próprio Sesi é o mentor e orientador desta programação voltada para alunos da rede escolar básica e fundamental.

PAF – O Programa “Atleta do Futuro” é uma iniciativa do Serviço Social da Indústria de São Paulo (SESI/SP), que promove formação sócio-esportiva, com objetivo principal de promover formação e cultura esportiva para crianças e jovens de 6 até 17 anos, contribuindo para o desenvolvimento do futuro cidadão.

Segundo dados atualizados o PAF atende cerca de 84,195 mil alunos, de 201 municípios, com pelo menos 223 empresas parceiras, que ajudam a desenvolver modalidades em sua base: atletismo, badminton, basquete, boxe, capoeira, futebol, futsal, ginástica artística, ginástica rítmica, handebol, hóquei sobre a grama, jiu-jitsu, judô, karatê, luta olímpica, natação, polo aquático, rugby, tae-kwon-dô, tênis, tênis-de-mesa, triathlon, vela, vôlei e xadrez.

No caso de Pirassununga, por exemplo, as cidades atendidas pelo PAF são realizados por meio de convênios e cooperação técnica com prefeituras e entidades e o programa tem como frentes as aulas – atividades permanentes com conteúdos esportivos – para cada faixa etária; marcadores sociais, sobretudo na prática esportiva (questões de gênero, etnia, habilidade motora, aspectos culturais, ambientais, etc); e a participação da família, que são “envolvidas” por meio de reuniões, eventos e avaliações.

Histórico – O atual PAF é iniciado em 1991 no Sesi/SP, com o nome de “Projeto Atleta do Ano 2000”, em parceria com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Em 1996, inicia a fase de parcerias com prefeituras, empresas e associações e o projeto ganha o atual nome – Programa “Atleta do Futuro”.

Entre 2002 e 2004, acontece a remodelação da metodologia, com orientação de profissionais da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp); e de 2008 a 2010, o programa segue para os demais estados, com três mil professores envolvidos. No biênio 2011/2012, houve ampliação das parcerias em São Paulo e, no novo biênio (2013/2014) é estabelecida novas parcerias.

Finalmente, em 2015 foi estruturado um novomarco lógicodo programa, ressaltando a “formação e a cultura esportiva”, com um novo sistema de avaliação que reforça a participação da família, seguindo o que de mais moderno e inovador em programas com viés social.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: