Obras da Escola Ambiental avançam rapidamente; paredes já estão sendo levantadas

A Prefeitura de Pirassununga iniciou nos últimos meses a construção da Escola Ambiental do Horto Florestal de Pirassununga. As obras da escola seguem rapidamente. O prefeito Ademir Lindo divulgou vídeo nesta semana explicando a finalidade da obra e como ela é mais um indicativo da preocupação da administração municipal com a questão ambiental.

A nova escola vai desenvolver projetos e atividades que propiciem o sentimento de pertencimento dos alunos à natureza.

A construção deve contar com aproximadamente 1.100 metros quadrados de área construída e foi iniciada em maio deste ano. Apesar disso, diversas etapas já foram superadas: foram realizadas marcações, as estacas foram afixadas e os blocos de fundação foram abertos. Além disso foram colocadas as vigas baldrames e as paredes já começaram a ser levantadas.

O primeiro piso da escola vai contar com uma biblioteca, refeitórios, sanitários, um pátio coberto e outras salas. Já no piso superior serão construídos auditórios, inclusive com palco, além de laboratórios diversos e as salas de aula.

A administração pública iniciou a construção desta unidade para desenvolvimento de educação ambiental em nossa cidade. O rico espaço é propício para a realização de trilha, conhecimento de nascente, de árvores nativas e prática de plantio de hortaliças. A ideia é não ser uma escola comum, e sim utilizada para desenvolver projetos.

Será um espaço para ensino, aprendizagem e discussão sobre questões ambientais, utilizado pelos alunos da Educação Infantil e do 1º ao 5º ano da Rede Municipal.

O objetivo primordial é proporcionar aulas práticas e teóricas sobre meio ambiente e sustentabilidade aos diferentes níveis de escolarização. E, que seja celeiro para a formação dos alunos nas questões ambientais e de conscientização quanto à preservação da natureza.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, “a construção da obra vem ao encontro às necessidades de possibilitar um espaço no qual as crianças e jovens possam vivenciar os mistérios e revelações dos reinos da natureza e sua relação integrada aos ciclos naturais, desenvolver projetos e ações de Educação Ambiental; e Promover processos formativos de Educação Ambiental”.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: