No segundo dia, programação religiosa e shows marcam a 24ª Semana Nenete

Na sexta-feira, desde a abertura do recinto da festa, a 24ª Semana Nenete de Música Caipira seguiu com mais uma manifestação de religiosidade: a Procissão dos Santos Andores que esteve presente nos quase 700 metros do Centro Cultural de Eventos “Dona Belila”.

Este cortejo é uma das tradições “fixas” da festa e, anualmente, todas as capelas rurais da cidade trazem suas imagens em seus andores ornamentados para percorrer toda a extensão da Semana Nenete. O cortejo saiu da Igreja Matriz de Santo Antonio, há três quadras do recinto e adentrou solenemente até o palco “Guaraciaba Vanin”, junto ao Armazém Cultural “Dito Micuim”.

Finalizada a programação religiosa deste segundo dia, foi iniciada a programação cultural, com a presença do Palhaço Jeca (com o ator Reinaldo Facchini) por todo o recinto, contação de histórias e causos, e a apresentação dos números de danças típicas do Grupo Parafolclórico, também no palco central.

Outra atração do palco “Guaraciaba Vanin” foi com o Grupo Poesia Sertaneja – do Conservatório Municipal “Cacilda Becker”, que cantou grandes sucessos sertanejos. Para encerrar este 2º dia, houve a apresentação do Grupo de Canto Tup, da Pastoral Afro, da Comunidade da Vila São Pedro, com canções de origem africana.

No Armazém Cultural “Dito Micuim”, além dos expositores, o Paiol de ‘Contação de Causos’, o professor e ator Almir Rogério Ferraz entreteve as crianças e adultos, na contação de causos. Além de 27 opções de barracas da rica gastronomia caipira, os visitantes também puderam conhecer a Feira de Artesanatona gare da antiga estação ferroviáriae expositores, concentrados no Armazém CulturalDito Micuim, com o melhor da terra: cachaça, mel, produtos da fazenda, turismo, entre outros.

Musicais – Além das atrações simultâneas, os musicais tomaram conta no palco “Zé da Sanfona”: a primeira dupla desta noite foi Duduca & Dalvan, ‘Os Leões da Música Sertaneja’. Esta nova formação, a dupla interpretou sucessos antigos como “Espinheira” e “Massa Falida” (1986); e o público pediu e a dupla atendeu: executaram sucessos mais recentes, como “Por Causa de Você”, “Agora ou Nunca”, “Dama de Vermelho”, “A Piquitita” ou “Depois das 6”; e ainda novas músicas como “Nuvem” e “Novo Rumo”.

Para fechar a segunda noite, a dupla mineira Gino & Geno também resgatou algumas das mais tradicionais músicas caipiras e sertanejas: relembraram hits como “Ela Chorou de Amor” e “Coração Cigano”; do novo repertório vierem: sucesso da “Jovem Guarda” na década de “Mulher Que Não Dá Voa”, “Eu Vou Beber Veneno”, “Bebo Pra Carai”, “Eu já fui de você”, “Que Bicho Que É”, “Acidente de Amor” e “A Galera do Chapéu”.

Segundo apuração feita pelo setor de segurança da festa, que também monitorou as catracas com o registro de visitantes, os shows tiveram 10.216 presentes e no total deste dia, foram 19.941 pessoas que visitaram a 24ª Semana Nenete.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *