GCM apresenta trabalho do 1º trimestre; março registra aumento de atuação da corporação

Durante a manhã desta quinta-feira (19), na sede da Guarda Civil Municipal (GCM), o secretário municipal Paulo André da Silva Tannus (Segurança Pública) concedeu entrevista coletiva à imprensa local para apresentar o trabalho, com todos os dados estatísticos da GCM, na totalização do mês de março e do próprio primeiro trimestre deste ano.

Tannus comentou aos presentes que houve um aumento estatístico de cerca de 35% no número de ocorrências gerais, em comparação com os dados do mesmo período em 2017. No ano passado, foram contabilizados 840 ocorrências; neste ano, nos primeiros 90 dias do ano, este número saltou para 1.137 ocorrências. “Pelos registros oficiais, existe uma tendência crescente de aumentar ainda mais a atuação da GCM junto à comunidade. Neste mesmo caminho, observamos que a população em geral procura diretamente a GCM para as ocorrências que, neste caso, houve um aumento de 45%”, observou o secretário municipal Paulo Tannus (Segurança Pública).

Já o atual comandante da Guarda Civil Municipal, GCM Ânderson Lourival Rossi reiterou que a população está mais confiante na atuação da corporação, o que reflete nos chamados de ocorrência. “Não há mais receio em nos contactar para se fazer o registro. Em comum acordo com o secretário Paulo Tannus, deveremos adotar, em breve, uma campanha social para que a população conheça ainda mais a atuação da GCM”, adiantou.

Para o subcomandante da GCM, Tiago Boldrini de Oliveira, grande parte das ocorrências envolvem entorpecentes e a resposta oferecida pela corporação é mais rápida e imediata. “Além dos entorpecentes, as apreensões também tiveram aumentos significativos”, relatou.

Ainda nesta coletiva, Tannus também anunciou que, em breve, mais quatro novas viaturas – recém-adquiridas em convênio – estarão em operação (restam algumas condições técnicas para que estejam efetivas à serviço da comunidade). “Pretendemos realizar um revezamento de viaturas, hoje, inexistente. Assim, poderemos fazer os devidos reparos e oferecer melhores atendimentos”, reiterou.

Estatísticas O comandante e subcomandante da GCM, Rossi e Boldrini demonstraram, inicialmente, os números do mês de março passado: foram 302 ocorrências registradas, uma média (alta) de mais de dez chamados diários. Pelo menos três itens chamam a atenção, captura de procurados, com dez ocorrências; 15 chamados de apoio às Polícias Civil e Militar; e averiguações de suspeitos, num total de 18 registros. No geral, foram 148 abordagens e 31 registros de averiguações gerais.

No primeiro trimestre deste ano – de janeiro até março – foram registrados um total de 1.137 chamados, com 460 pessoas abordadas, com 110 averiguações gerais, destas, incluindo desinteligências / brigas (13); furto qualificado (12); porte de entorpecentes (11); captura de procurados (19); e apoio às Polícias (31).

Atualmente, possuímos 70 guardas municipais em atividade, que auxiliam nas ocorrências, contribuem com a Patrulha Rural preventiva e que estão abertos para todo o atendimento geral à população”, finalizou o secretário municipal Paulo Tannus. (Crédito / fotos: Thaís Mazali)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: