Campanha de Vacinação contra gripe é prorrogado até dia 15

Devido à baixa adesão de quase todos os grupos prioritários, o governo federal resolveu, ainda na semana passada, prorrogar o prazo da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe/influenza, que se encerraria no dia 1º deste mês e segue, agora, até a próxima sexta-feira (dia 15).

Alguns dos grupos, como crianças (abaixo de 5 anos), grávidas, profissionais da Saúde e da Educação estão os que menos se vacinaram; somente o grupo dos idosos estão mais próximos da meta de 90%. Neste ano, a vacinação foi realizada em três etapas, exatamente para que os grupos prioritários pudessem cumprir o calendário estabelecido pelo Ministério da Saúde.

Em Pirassununga, segundo a 5ª parcial da semana passada, estas foram as últimas parciais divulgadas: trabalhadores da Saúde (72,70%); idosos (67,14%); crianças (42,09%); gestantes (54,99%) e puérperas/grávidas (91,82%); com um total de 12.721 doses, dos quais, 2.103 doses ao grupo de comorbidades e 10.618 aos grupos prioritários.

Com exceção do grupo das grávidas, os demais grupos não chegaram na meta de 90% assim estabelecida pelo governo federal. O objetivo é que todos os grupos prioritários cheguem, ao menos, mais próximos da meta.

Reta final – Como a meta é vacinar, pelo menos, 90% de todos os grupos, em Pirassununga, a vacina está disponibilizada em nove Unidades de Saúde da Família, até sexta-feira (dia 15), sem nova prorrogação. A vacinação é feita de segunda à sexta-feira, das 7 às 16 horas e fazem parte deste rol de atendimento: USFDra. Lúcia Mocho Rosa Tosi(Jardim São Valentim); USFJoão Balbi(Vila Santa Fé); USFDr. João Antonio Del Nero(Vila São Pedro); USFAristides Rodrigues(Vila Redenção); USFGuaraciaba Vanin(Bairro da Raia); USF “Jardim das Laranjeiras”; USFJosé Marafão(Jardim Limoeiro); USFRoque Di Matia (Vila Vila Brás); e Centro de Especialidades Médicas (CEM / Jardim Carlos Gomes).

Quaisquer outras informações complementares sobre a Campanha de Vacinação contra a gripe ou outras atividades do Setor de Vigilância Epidemiológica, podem ser obtidas através do telefone (19) 3561-6292.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: