Cachoeira de Emas – milhares de turistas no Domingo de Ramos

A festa cristã que comemora a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém – há mais de 20 séculos -, movimentou dois municípios da Região Turística Histórias e Vales, Tambaú e Pirassununga, que receberam mais de dez mil visitantes, somente no “Domingo de Ramos”.

Segundo projeções de forças policiais e da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, dos 178 ônibus de fieis que estiveram em Tambaú participando das missas e procissões, desde a alvorada do últimodomingo (9), por volta das 5 horas da manhã, pelo menos 150 deles começaram a chegar em Cachoeira de Emas após às 9 horas. A maior movimentação de turistas ocorreu entre o meio-dia e 14 horas.

O principal polo turístico do município recebeu, mais de 10 mil turistas. A data é sempre muito esperada pelos comerciantes locais. “A grande movimentação, sob todos os aspectos, superou nossas expectativas”, conta o administrador do distrito, Maurício Furlan. “E com os comerciantes não foi diferente: os restaurantes, quiosques e lanchonetes permaneceram praticamente lotados o tempo todo”, disse.

No Centro Comercial “Eunice Alves Rosa”, a grande quantidade de pessoas ocasionou um congestionamento nos corredores onde estão as lojinhas. Nem todos os artesãos e comerciantes saíram satisfeitos com as vendas realizadas. Para atender aos turistas paulistas e mineiros, em sua maioria, as Secretarias Municipais de Governo e de Cultura e Turismo tiveram o apoio das pastas de Obras e Serviços, Segurança Púbica, Saúde e de Planejamento e Desenvolvimento Econômico.

• Trabalho conjunto – Coube ao Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) coordenar, orientar e conduzir os ônibus, vans e veículos de passeio aos estacionamentos. Já Guarda Civil Municipal (GCM) e a Polícia Militar também tiveram papel importante no “Domingo de Ramos”, atendendo várias demandas e a tranquilidade a todos que lá estiveram.

Os fiscais de posturas fiscalizaram e autuaram ambulantes não-autorizados, efetuando apreensões de óculos e demais produtos. As ambulâncias atenderam à várias ocorrências, sem maiores gravidades. Na região da “prainha”, sempre lotada, os salva-vidas, atentos a tudo e a todos, desempenharam, segundo Furlan, um ótimo trabalho, tendo de intervir em alguns excessos por parte os banhistas.

Mesmo com o grande número de turistas, os banheiros existentes e os químicos que foram locados especialmente para o “Domingo de Ramos”, em Cachoeira de Emas, instalados em pontos estratégicos do distrito, conseguiram evitar a ocorrência de filas.

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Pirassununga agradece o responsável pelo Departamento de Turismo de Tambaú, Edilson Freitas, pela troca de informações tão importantes para o bom andamentos dos trabalhos alcançados, que beneficiam e fortalecem sobremaneira a Região Turística Histórias e Vales, da qual Pirassununga e Tambaú fazem parte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *